quinta-feira, 14 de julho de 2011

11 coisas

Rabisquei o papel pela milésima vez, minha mente não saía nem por um minuto daquela maldita lista de imperfeições que se encontrava na minha mão.

Sim, admito, eu estava obcecada naquilo. Mas eu precisava de algo para me prender, para não me deixar correr pelos corredores do colégio empurrando um e outro e não pular nos braços de Brad.

Nem sei ao certo o que aconteceu. Eu me apaixonei por ele, mas parece que o mesmo não aconteceu com ele em relação a mim. Ele só entrou nesse conto de farsas por uma aposta. Ele só me humilhou por uma aposta! Cruel, canalha e pensar nele não me ajuda em nada. O problema é que minha mente se recusa a acabar os meus pensamentos com relação a ele.

Eu ainda amo aquele maldito.

Por isso eu me agarrava àquela maldita lista que estava na minha mão nesse exato momento. Sua lista de defeitos. Mesmo sendo o idiota que eu sei que ele é, achar pequenos 10 defeitos foi incrivelmente difícil.

Não aguentava mais olhar Brad todos os dias, não aguentava mais escutar sua voz recitando mentiras para mim. Quando lembro o nosso namoro meu coração aperta como se uma faca fosse enfiada nele sem dó nem piedade. Faz-me ofegar de tanta dor.

Lembrei-me de como éramos perfeitos juntos. De como nossas mentes se completavam, de como eu me sentia livre com ele, como se a qualquer momento fosse começar a voar. E, por último, lembrei do fim.

- Eu não posso acreditar que você fez isso comigo, Brad! – Eu gritava, recusando-me a deixar as lágrimas caírem e ser tomada por um choro incontrolável. – Você brincou comigo por causa de uma aposta, de uma maldita aposta.

- Começou assim, Sam, mas se tornou outra coisa. Você precisa acreditar em mim! Eu amo você!

- Como eu posso acreditar em você agora? Você brincou comigo como se eu não passasse de lixo.

- Eu sinto muito, Sam.

Escutar meu apelido vindo com tanto carinho da sua boca mentirosa me fazia estremecer, um dos únicos efeitos dele sobre mim que restaram. Quando eu ainda acreditava nele, acreditava naquela voz, eu não conseguia conter o arrepio em toda minha pele e o estremecimento que percorria minhas costas ao vê-lo pronunciar meu nome daquela forma tão carinhosa, como se quisesse me envolver com seus braços e sussurrar que tudo ia passar.

Era um bom mentiroso, tenho que admitir. Alguém poderia, por favor, dar o Oscar de melhor ator para ele? O garoto merece.

- Chega, Brad! – Cuspi as palavras para ele. – Você mentiu para mim, me fez de boba, eu não quero escutar nem mais uma palavra.

Nesse momento eu já tinha me virado para ir embora quando ele segurou meu braço impedindo que eu fosse.

- Me larga! – Eu Gritei – Eu tenho nojo de você, Brad. Eu quero você longe de mim.

Isso pareceu atingi-lo como um soco no estômago, mas logo ele se recompôs sem soltar meu braço.

- Talvez, fazer você escutar não seja a melhor opção para mostrar que eu estou realmente arrependido. – Sussurrou ele contra mim.

Depois disso, tudo foi rápido demais para descrever em detalhes. Um de seus braços foi para trás do meu pescoço, com sua mão acariciando meus cabelos, o outro braço me envolvia pela cintura, apertando-me contra seu corpo. A proximidade fazia com que todos os meus pelos se eriçarem.

Seus lábios se encaixaram nos meus de forma como se fosse impossível fugir deles. Ele nunca tinha me beijado daquele jeito, com tanto ardor, tanta emoção, ele me mostrava o quando estava arrependido com seus lábios.

Já não adiantava. Era tarde demais.

Debati-me em seus braços o que era inútil. Brad era forte demais para mim.

Depois de algum tempo tentando me afastar dele, mas sem sucesso desisti de fazê-lo, ao invés disso eu sentia seus lábios se movendo contra os meus. Para ser sincera eu queria sentir aquilo desde o começo. Um último beijo.

Quando ele parou parecia tão satisfeito consigo mesmo que nem mesmo viu minha mão indo em direção ao seu rosto com todas as forças que me restavam.

- Eu disse para você me deixar em paz. – Virei-me e fui embora.

Aquela tinha sido uma noite difícil.

Estava tão inclusa em meus pensamentos que nem notei quem estava a minha frente com um buquê e rosas brancas em uma das mãos e um microfone na outra. Brad.

- Samantha Ann Holdiggins. – dizia ele com sua voz carinhosa fazendo-me estremecer, sua voz reverberava por todo o sistema de som do colégio. – Eu sei que eu errei. Fiz aquela maldita aposta, mas a verdade é que eu não precisava de aposta nenhuma para continuar com você. Eu daria todo o dinheiro do mundo para ficar com você. Daria todo o dinheiro do mundo para que você me aceitasse de volta. Por favor, eu imploro, me aceite de volta.

Ruídos de aprovação surgiram da multidão curiosa a nossa volta.

- Vá embora, Brad. Você não tem nada o que fazer perto de mim.

Comecei a andar tentando me afastar dele, mas escutei coisas caindo no chão e passos vindos em minha direção depois de poucos segundos ele já estava a minha frente.

- Eu não vou embora e não vou desistir de você. Nunca. E sabe por que isso? Porque eu te amo, confia em mim.

Afastei-me alguns passos dele, pegando a lista e a caneta escrevi seu décimo primeiro defeito.

Defeito nº11 – Ele não desiste. Nunca.


Brad veio até mim, me envolveu em seus braços fazendo-me esquecer do mundo.

Joguei a folha de papel no chão. Não precisava mais dela.

23 comentários:

  1. Sério, um dos textos mais lindos que vi *O*'
    faz mais, faaaz ^^' continua a história :')

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaaahh, que lindo.
    adoreei demais.
    saudade dos teus textos, moça.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Se eu pudesse escolher uma palavra para dizer sobre o texto seria perfeito.Simplesmente perfeito.
    Saudades dos seus textos tb!
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Aceita parceria?http://teenagestarblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Adorei o blog...sou apaixonada por allstar...ja to seguindo

    Beijos,Bruna

    http://ascoisasqueasgarotasamam.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. "As nossas melhores qualidades são os nossos piores defeitos" (A maldição do titã)
    Texto fantástico!

    ResponderExcluir
  7. Que lindo conto de amor! Adorei!
    LINDO BLOG! Gostei da maneira que vc escreve, flui, é gostoso de ler.
    Beijos,
    Marie

    ResponderExcluir
  8. Assim como minha vida, meu blog é como ela, sempre renovando e inovando. http://michellamb.blogspot.com​/

    ResponderExcluir
  9. Tava com saudade dos seus textos.
    Muito lindo, Ray *-*
    =**

    ResponderExcluir
  10. Ei, garota de all star, estou seguindo o seu blog coisinha fofa :)

    Bjos


    Retribui?

    ResponderExcluir
  11. Parceria?
    http://segredosdegaveta.blogspot.com/

    Já to te seguindo. Kisses

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Gostamos muito do seu post.. =)
    Dá uma passadinha no nosso blog que tem post novinho, e se gostar siga-nos.
    Uma ótima quinta-feira para você!

    ResponderExcluir
  13. Como sempre arrasando nas palavras, parabéns!
    To te twitter, qualquer coisa segue la http://twitter.com/#!/LaryssaLi

    ResponderExcluir
  14. Oi :)
    Já estamos te seguido e colocamos o seu blog na parte de "blogs parceiros" assim sugerido por você.
    Coloque-nos também.
    Um beijo e ótima quarta-feira!

    ResponderExcluir
  15. Amei o blog!!

    Passa lá no blog que falta só 5 DIAS PARA ACABAR O SORTEIO MOROCCANOIL!!!

    www.pimentaroja.blogspot.com

    Bjosss

    Gi

    ResponderExcluir
  16. Adorei o texto,o blog,ele é lindo!
    Estou seguindo aqui.
    Segue lá?
    http://terminal-nanda.blogspot.com
    Bjooo

    ResponderExcluir
  17. ameei *-* mt fofo
    da uma passadinha no meu?
    http://www.thespaceofdebora.blogspot.com

    sucesso pra vc =*

    ResponderExcluir
  18. Vota na gente ? (: http://blog-garotasurbanas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Olá, passando aqui linda *-*, estou te seguindo, visita meu cantinho também :
    http://reverseobrlife.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Boa noite

    Um Salmo, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia, simplesmente pela leitura das Escrituras de Deus, que sempre fala ao nosso SER.

    SALMO 3
    1 SENHOR, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim.
    2 Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para ele em Deus. (Selá.)
    3 Porém tu, SENHOR, és um escudo para mim, a minha glória, e o que exalta a minha cabeça.
    4 Com a minha voz clamei ao SENHOR, e ouviu-me desde o seu santo monte. (Selá.)
    5 Eu me deitei e dormi; acordei, porque o SENHOR me sustentou.
    6 Não temerei dez milhares de pessoas que se puseram contra mim e me cercam.
    7 Levanta-te, SENHOR; salva-me, Deus meu; pois feriste a todos os meus inimigos nos queixos; quebraste os dentes aos ímpios.
    8 A salvação vem do SENHOR; sobre o teu povo seja a tua bênção. (Selá.)


    Abraços
    Jesus Cristo te Ama!.

    ResponderExcluir
  21. Oi convido você para participar do sorteio no meu blog necessaire-brinco Participe bjus

    ResponderExcluir