sábado, 11 de julho de 2009

Férias :D' - real life

Quem diria que ontem, dia da prova de história seria um dia de tantas emoções? Desde alegrias imensas até tristezas horrendas, mas não quero falar da segunda :) enfim, tudo começou ante-ontem tipo eu passei o dia estudando história e quando foi seis horas da noite eu comecei a me desesperar. Tipo, dá um ataque basico que praticamente todos têm na prova que você tem mais dificuldade sacas ? Então minha mãe me forçou a tomar um banho e a sair de casa. O que foi bom já que eu saí um pouco de desestressei, essa palavra existe? Enfim se não existe eu acabei de inventá-la. Então ontem de manhã foi o dia da tão temida prova de história que fez eu ter um chilique basico como eu já disse antes. E, por incrivel que pareça, a prova estava fácil, não digo FÁCIL facílima porque eu tive que fazer umas questões pelo chutometro, mas as questões descritivas eu realmente sabia, o que era incrivel, porque já virou até tradição eu deixar pelo menos uma questão em branco todas as provas -q. Então no meio da prova o meu celular toca no meu bolso, eu tinha esquecido de desligar, eu jurei que mataria a pessoa que estivesse me ligando. Então eu pedi pra professora que estava monitorando a prova pra segurar meu celular, foi nessa hora que eu gelei bem geladinho mesmo, como eu sempre digo: virei cubinho de gelo, eu pensei que ela fosse tomar minha prova, mas ela segurou meu celular :D' sabe aquele alívio instantâneo que dá? Poisé foi essa a emoção! Depois de terminar a prova em 49 minutos contados no relógio eu saí da sala e fui na cabana de livros pra alugar alguns, coisa que já virou tradição no ultimo dia de aula, foi lá que eu encontrei a Vivian, ae depois de algum tempo nós fomos lá pra fora do colégio e a Letízia tava lá. Eu tive um piripaque faziam seis meses que eu não via a Létyh, e tipo eu tava com umas saudades monstras dela *-* depois de tiradas as saudades a gente ficou andando pelo colégio contando as novidades pra ela. Até que a Vivian encontra um bando de guri e foi lá falar com eles. Então eu e a Létyh fomos ao vestiario da piscina para eu poder me trocar em paz. Chegando lá vimos coisas que não queriamos, tipo, tinha um menino se vestindo na porta. E aquilo não era coisa pra se ver. Nós saimos praticamente correndo. Depois a Létyh e eu fomos pra casa da Vivian. Pulando uma parte da tarde que nada interessa a Fabyanne chegou, passamos um tempo lá na casa da Viih e depois fomos pro Pão de Açucar, parecendo quatro malucas, mas não importava, eu estava com as minhas amigas que eu amo mais que tudo! Chegamos ao mercado e compramos sorvete, mm's e biscoito, e comemos tudo juntas em 5 minutos. Quando a Létyh ia embora todas nós fomos deixá-la no ponto de ônibus, mas na hora de fechar a porta a gente não conseguia mais abrí-la, nós tivemos que pedir ajuda ao tiozinho da sorveteria ao lado -q e finalmente ele conseguiu abrir a bendita porta, eu e a Faby achamos melhor ficar em casa mesmo enquanto a Vivian ia com a Létyh até o ponto de ônibus, quando elas voltaram a gente comeu pipoca! :D' e ficamos no computador. Ou seja eu amei o dia com essas pessoas que eu amo! ♥ Essa foi uma história real, de uma garota real. FIM :D'

Um comentário:

  1. Muuiito Massa, &' Quando a Porta não abre ? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir